Importante nome do voleibol internacional será homenageado na abertura dos Jogos Regionais

67375447_594165357779611_8359514647451140096_n_73.jpg

A homenagem a importantes personalidades do esporte botucatuense não se resumirá a atleta Carla Arruda, que carregará a tocha dos Jogos Regionais nesta quarta-feira, 17, durante a cerimônia de abertura da competição. Outro atleta que também será homenageado pela extensa carreira de títulos é o Marcos Almeida Esteves, o Kalé, ex-jogador e hoje treinador de voleibol.

Kalé tem no currículo 22 títulos de Jogos Regionais, mas foi no Japão que alçou voos ainda maiores. Após passagem pela seleção brasileira de voleibol, no início dos anos 2000, Kalé foi para a Ásia, onde conseguiu, sendo filho de mãe japonesa, defender a seleção nipônica. Lá foi tricampeão japonês, campeão asiático e participou da preparação do Japão para as Olimpíadas de 2004 e 2008.

Como prêmios individuais, Kalé recebeu por duas vezes o título de melhor recepção da Superliga, três vezes pelo campeonato japonês e uma vez pelo campeonato sulamericano, além de ter sido eleito MVP, melhor jogador, do campeonato asiático de seleções em 2005.

“Agradeço ao esporte por me dar a oportunidade de fazer aquilo que tenho paixão. Estou muito grato pela homenagem e por tudo que a Cidade me deu, em especial o respeito ao próximo. Tudo que aprendi foi aqui e sempre disse isso por todos os locais em que passei. Que Botucatu possa sediar uma grande competição”, disse Kalé, que jogou ao lado de lendas do esporte como Serginho, Giba, Tande e Geovane, e foi treinado por Bernardinho e Zé Roberto Guimarães.

Professores também receberão homenagens

Dois professores da Cidade também serão lembrados durante a cerimônia de abertura dos Jogos Regionais.

O primeiro deles é Osni Bertotti, que será homenageado entre os dirigentes que trabalharam durante os Jogos. Hoje aos 74 anos, Osni foi professor de educação física no Município de 1965 a 1972. Do período em diante, ele foi diretor de escola até o ano de 1997.

Especialista em atletismo após capacitações com João do Pulo e outros atletas consagrados, Osni foi técnico da equipe de Botucatu por mais de 30 anos, além de ter desenvolvido projetos em municípios da região.

“Sempre lutei para levar jovens para o caminho do esporte e graças a Deus vi muitos deles se destacarem. Receber essa homenagem me emociona bastante e com certeza guardarei para o resto de minha vida”, disse Osni Bertotti, que em 2016 foi um dos condutores da tocha olímpica que passou por Botucatu, rumo ao Rio de Janeiro, sede da competição.

Outro professor que também será homenageado é José Varoli, ex-goleiro das épocas áureas do futebol botucatuense, quando jogou pelas Associações Atléticas Ferroviária e Botucatuense. A homenagem a Varoli será também pelos 10 Jogos Regionais consecutivos em que coordenou a arbitragem do futebol masculino.

Bastante conhecido nos campos de várzea de todo o interior de São Paulo, Varoli foi vereador da Cidade por três mandatos e também foi Secretário de Esportes durante a gestão do ex-prefeito Lico Silveira. José Varoli foi também professor de educação física nas escolas Cardoso de Almeida, EECA, Dom Lúcio, Cevila, Martinho Nogueira e Pedretti.

“Não tem valor que pague uma homenagem como essa, durante um evento muito importante para a Cidade e toda a população. Agradeço o carinho e me sinto muito orgulhoso por fazer parte dessa história”, finaliza José Varoli.